Sábado, 27 de Novembro de 2021
(63) 98106-4401
Geral geral

Alto custo e falta de matéria-prima são as principais preocupações dos pequenos empresários

Principais Preocupações

16/11/2021 22h21
21
Por: Redação Fonte: https://www.oliberal.com/
Alto custo e falta de matéria-prima são as principais preocupações dos pequenos empresários

As micros e pequenas indústrias brasileiras elegeu como principal problema enfrentado no último ano a falta ou alto custo da matéria-prima, segundo dados do Panorama da Pequena Indústria, pesquisa realizada trimestralmente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O setor de transformação e construção são os mais afetados, enfrentando o problema há pelo menos um ano e três meses, considerando as pesquisas anteriores. 

As indústrias extrativas, por exemplo, não foram afetadas pelo mesmo problema por tanto tempo, pois também apontaram desafios com a carga tributária no segundo trimestre deste ano.

O levantamento também aponta como destaques a elevada carga tributária e a falta ou alto custo de energia, no caso da segunda, especialmente por conta da crise hídrica que o Brasil vive. 

61,3% dos empresários entrevistados da indústria de transformação apontaram o alto custo ou falta de matérias primas como principal dor de cabeça do setor no último trimestre.

Na construção civil, o número foi de 51,9%. Na indústria extrativista, 39,3%.

Segundo o presidente da Federação das Indústria do Pará, José Conrado Santos, a falta de insumos e alta nos preços deles reduz a competitividade das empresas, já abatidas pela pandemia de covid-19.

Ele lembra que a maior parte das empresas paraenses são consideradas médias e possuem forte dependência da matéria-prima que vem das regiões Sul e Sudeste do Brasil.

"Além delas terem essa perda de competitividade, deixam de investir e isso prejudica o desenvolvimento econômico do nosso estado. Não podemos também deixar de lembrar que a crise hídrica afetou praticamente toda a indústria do Brasil, um problema que já se arrasta por vários governos e que precisa de uma gestão a médio e longo prazo para não temos mais que passar por isso. E uma terceira questão na qual precisamos avançar é justamente a alta burocracia e encargos provocados pelo sistema tributário brasileiro. As reformas propostas precisam ser aprovadas com urgência no Congresso para que a indústria e outros setores da economia voltem a crescer", avalia ele. 

Apesar das dificuldades relatadas, o Índice de Desempenho registrou uma alta: saiu de 46,5% no segundo trimestre para 48,3 no terceiro.

O mesmo ocorreu com o Índice de Situação Financeira, de 42,6 pontos, 0,3 ponto a mais do que o trimestre anterior.

Comparado ao mesmo período de 2020, a alta foi de 0,7 ponto. Já o Índice de Confiança do Empresário Industrial para as pequenas indústrias registrou 56,9 pontos em outubro de 2021, uma queda de 0,7 ponto na comparação com setembro. O número é considerado "elevado" pela pesquisa.

A composição dos índices leva em consideração itens como volume de produção, número de empregados, utilização da capacidade instalada, satisfação com o lucro operacional e situação financeira, facilidade de acesso ao crédito, expectativa de evolução da demanda e intenção de investimento e de contratações. Todos os meses, as pesquisas ouvem mais de 900 empresários de empresas de pequeno porte.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 14h25 - Fonte: Climatempo
32°
Nuvens esparsas

Mín. 22° Máx. 33°

36° Sensação
13 km/h Vento
59% Umidade do ar
80% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (28/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (29/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva